Páginas

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

PIB do Maranhão cai pelo 2º ano consecutivo na gestão Flávio Dino




Reportagem do jornal O Globo divulgada nesta segunda-feira (6) mostra que o Produto Interno Bruto (PIB) do Maranhão caiu pelo segundo ano consecutivo na gestão Flávio Dino (PCdoB).

Segundo a publicação, depois de um contração de 3,3% em 2015, o PIB maranhense despencou em 2016, retraindo-se 6,9%.
A seca no sertão nordestino, que afetou a produção se soja na região do chamado Matopiba, seria um dos fatores.
Estudos

Em março de 2106, um estudo da revista Valor Econômico já havia detectado queda de 5% do PIB em 2015 – quase dois pontos a mais do que o apontado por O Globo e três pontos percentuais a mais do que o previsto pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc), órgão do Governo do Maranhão, em estudo divulgado há dois anos (veja aqui).

Para tentar conter a crise, a solução encontrada pelo governo comunista já no primeiro ano foi inchar a folha de pagamento, o que acabou não surtindo o efeito esperado, como se vê agora (relembre).

A gestão Flávio Dino marcou o encerramento de um ciclo de prosperidade econômica no estado.
Entre 2010 e 2013, por exemplo, enquanto todo o Nordeste já começava a sentir os efeitos da crise econômica que se avizinhava no Brasil, o Maranhão foi o único que experimentou crescimento do PIB (saiba mais).

Depois de inchar a folha e aumentar impostos, resta saber qual será a nova solução comunista

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção! Comentários abusivos, desrespeitosos e de baixo calão, serão deletados imediatamente, por isso nem tente!!