Páginas

domingo, 29 de maio de 2016

Prefeitura de Anapurus realiza encerramento da campanha de combate a exploração sexual de crianças e adolescentes


O Município de Anapurus, através da Secretaria de Assistência Social, em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes e o Conselho Tutelar de Anapurus, realizou nesta sexta-feira (27) o encerramento de varias ações de enfrentamento ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, alusivas ao 18 de maio.

O objetivo destas atividades foi de ampliar as discussões com vários segmentos da sociedade referente às questões de enfrentamento às diversas formas de violências contra crianças e adolescentes. Participaram do evento a secretária de Administração Gilmara Almeida, a secretária de Educação Edinalva Monteles, a secretária da Mulher Fátima Sousa, o secretário de Obras Haroldo Bastos, o presidente da Câmara vereador Anastácio Alves, o vereador Riba Monteles e a vereadora Jucinha Bastos.
 

As atividades referentes à Campanha de Combate a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, em Anapurus, foram programadas para serem desenvolvidas durante todo o mês de maio, sendo realizadas palestras e panfletagem para os alunos das escolas publicas município, caminhadas, e eventos com participantes de programas sociais do município. 


A culminância da Campanha de Combate a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes aconteceu ontem dia 27 de maio de 2016, na Praça da Matriz com apresentação do Grupo SEMI (Semeando na infância), Teatro – SCFV Aeroporto, Música “Arco-íris” – Projeto Cinderela CRAS, Apresentação José Pires Monteles (músicas coreografadas) e apresentação de Capoeira. 


O secretário de Assistência Social Zominha, falou sobre o final da campanha. “A realização desta Campanha é um ato importante e faz lembrar que todos nós devemos ficar atentos, porque os nossos filhos estão expostos a esse tipo de crime. E é uma alerta, na realidade tudo o que acontece aqui é um grito de alerta para ficarmos todos preocupados, temos que ficar atentos e observando os nossos filhos, as nossas crianças e adolescentes para tomarmos atitude na hora correta. Através do conselho tutelar, Ministério Público, Assistência Social e no disque 100 podemos fazer a denuncia”, concluiu. 

 
 
 
 
 




FONTE: ASCOM  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção! Comentários abusivos, desrespeitosos e de baixo calão, serão deletados imediatamente, por isso nem tente!!